Sexta-feira, 30 de outubro de 2020
informe o texto

Notícias | Futebol

FERJ autoriza retorno da Taça Rio na quinta-feira; Fluminense e Botafogo prometem ir à Justiça

Mário Bittencourt e Nelson Mufarrej estabelecem ações judiciais para garantir o prazo de treinamento para jogadores para o retorno do Campeonato Carioca; partida entre Bangu x Flamengo pode acontecer no dia 18

16 Jun 2020 - 12:36 | Atualizada em 16 Jun 2020 - 16:22

FOX Sports

FERJ autoriza retorno da Taça Rio na quinta-feira; Fluminense e Botafogo prometem ir à Justiça

Foto: Mailson Santana | FluminenseFC

Realizado na noite da última segunda-feira (15), o Conselho Arbitral da FERJ aprovou o retorno do Campeonato Carioca para a próxima quinta-feira (18).

Os dados, segunda decisão da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, ainda dependem de uma aprovação oficial do governo.

Neste cenário, um Taça Rio será retomado com a partida entre Bangu x Flamengo, dois clubes que se declararam prontos para a prática esportiva, no Maracanã. Um novo encontro na noite desta terça-feira ainda define o horário da partida.



Ainda segundo o FERJ, uma reunião aprovada ainda ou atestado de saúde, alteração para cinco substituições com três paralisações na partida, uma flexibilização para uso de jogadores não profissionais e revisão de inscrições de atletas para o Taça Rio. Uma definição sobre o destino de uma vaga na Copa do Brasil será debatida nesta terça-feira.

Veja como ficou a previsão da próxima rodada do Taça Rio:

Dia 18 - Bangu x Flamengo

Dia 19 - Portuguesa x Boavista

Dia 21 - Vasco x Macaé; Madureira x Resende

Dia 22 - Fluminense x Volta Redonda; Botafogo x Cabofriense

Controles para reforma do Campeonato Carioca no momento, Fluminense e Botafogo seguem contra dados previstos para a volta do futebol no Rio de Janeiro, e pedem para os torneios retornarem apenas em julho, para uma final maior para os jogadores. Diante da negativa dos demais clubes, os dirigentes prometeram, em relação ao canal Esporte Interativo, acionar vias judiciais.

“Seguimos achando precipitado ou retorno do futebol porque entendemos que não é o momento. Uma pandemia persiste. A maioria dos clubes do Rio de Janeiro quer voltar. Sendo assim, cedimentos, mas desde que o Fluminense tenha um tempo justo de treino e que seja no estado e no governo do estado autorize uma volta oficial de forma. Entendemos que nesse caso, podemos avaliar um retorno. Como dados marcados (22 e 24) para retorno dos nossos jogos são inaceitáveis, ponto de vista da saúde dos nossos atletas, não vamos ao campo e vamos buscar as medidas na justiça esportiva para fazer a avaliação ou avaliação certa, já que se trata de um estado de calamidade pública ”, afirmou Mário Bittencourt, presidente do Fluminense.

“É uma decisão de profunda desconexão com a realidade. Infelizmente, a maioria dos clubes no Arbitral entendeu o momento de voltar a disputar jogos, um cenário de cenário caótico vivenciado. Fomos contrários. Além disso, uma preparação física, após um longo período sem contato com bola, precisa de um trabalho adequado. Ação ou Departamento Jurídico, que acabou sendo Arbitral. O Botafogo vai buscar o defensor dos seus interesses como dados que podem ser confirmados. O futebol impacta sobre a vida das pessoas e a mensagem para a sociedade que deve passar, nesse momento, não é competição ou disputa ”, disse Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet